Ministério da Educação no Brasil prepara grande implantação com o sistema Mandriva Linux em computadores Classmate da Positivo Informática com processadores Intel

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 

"Esta é uma grande notícia para a Mandriva !! O MEC (Ministério da Educação e Cultura), autoridade de educação do governo brasileiro, selecionou os computadores Classmate com processadores Intel operando com o sistema Mandriva Linux para uso educacional a nível nacional.

A Mandriva está trabalhando em parceria com a Positivo, fabricante do hardware, para oferecer esta solução de código aberto a qual auxiliará os professores a melhorarem a formação dos estudantes. Além disso, esta será uma das maiores implantações organizadas de Linux do mundo, com potencial para atingir 1,5 Milhões de unidades, e confirma o Linux como uma solução rentável, como um sistema operacional alternativo para computadores.

A decisão do governo brasileiro de escolher as soluções da Intel Learning Series (Linha de Aprendizagem da Intel) com o Mandriva Linux nos classmates reafirma o Linux como o sistema operacional preferível para o mercado global de educação, com o Mandriva sendo o líder no mercado Linux orientado à educação.

A edição brasileira do Mandriva é baseada na versão mais recente do Mandriva Linux para mini notebooks, a versão 2010, e foi adaptado para os computadores com processadores Intel com um lançador de aplicações exclusivo, que torna mais fácil o acesso às mais comumente necessárias aplicações de código aberto. A Positivo fabricará computadores classmate com processador Intel, que serão usados por professores, pais e alunos nas escolas brasileiras."

Fonte: Notícia no blog oficial da Mandriva

 

Curitiba: Vagas para desenvolvimento e suporte na Mandriva

MANDRIVA CONECTIVA contrata profissionais de desenvolvimento e suporte.

Local de trabalho: Curitiba/Paraná.

Jornada: de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h.

Início: imediato.

Benefícios: plano de saúde e odontológico, vale refeição, seguro de vida, bolsa para língua estrangeira.

1) Profissional de desenvolvimento - perl. Requisitos: experiência em programação em C/C++ e PERL e manutenção de pacotes em Linux. Áreas de conhecimento importantes, porém não essenciais, incluem: programação Shell Script, Python, Perl, C e/ou C++, administração de sistemas, integração de distribuições. Conhecimento do formato de pacotes RPM é desejável.

2) Profissional de desenvolvimento - python. Requisitos: experiência em programação em C/C++ e Python e manutenção de pacotes em Linux. Áreas de conhecimento importantes, porém não essenciais, incluem: programação Shell Script, Python, Perl, C e/ou C++, administração de sistemas, integração de distribuições. Conhecimento do formato de pacotes RPM é desejável.

3) Profissional de desenvolvimento - kde. Requisitos: experiência em desenvolvimento com QT e/ou KDE e desenvolvimento de interfaces gráficas para atuar no desenvolvimento de aplicativos e ferramentas, integração com OEM. Áreas de conhecimento importantes, porém não essenciais, incluem: programação Shell Script, Python, C/C++, QT, GTK, administração de sistemas, integração de distribuições. Conhecimento do formato de pacotes RPM é desejável.

4) Profissional de desenvolvimento - kernel. Requisitos: experiência em desenvolvimento e manutenção do kernel de Linux. Áreas de conhecimento importantes, porém não essenciais, incluem: programação Shell Script, C e/ou C++, administração de sistemas, integração de distribuições, programação ou manutenção de device drivers e experiência com plataformas embarcadas.

5) Profissional de desenvolvimento - linux. Requisitos: experiência em desenvolvimento e manutenção de pacotes em Linux. Áreas de conhecimento importantes, porém não essenciais, incluem: programação Shell Script, C e/ou C++, RPM, administração de sistemas, integração de distribuições.

6) Profissional de suporte técnico. Requisitos: experiência em suporte técnico interno e externo, conhecimentos avançados no sistema operacional Linux e soluções para servidores: DNS (BIND), web server HTTP/HTTPS (Apache), FTP, SMTP, IMAP, POP3, SQUID, SARG, SAMBA, OpenVPN, LDAP, Firewall e boot remoto. Desejável: Certificação Mandriva ou LPI.

Interessados deverão enviar currículo, com pretensão salarial, para: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Mandriva 2010 Spring final lançado

Avaliação do Usuário: / 53
PiorMelhor 

Conforme o anúncio no blog oficial da Mandriva e no press release do lançamento, o Mandriva Linux 2010 Spring (2010.1), codinome Farman , foi lançado hoje (08 de julho de 2010), após uma mudança na data de lançamento e várias notícias e incertezas sobre a saúde financeira da empresa.

As principais novidades desta versão são:

  • GNOME 2.30.1
  • KDE 4.4.3
  • Firefox 3.6.6
  • OpenOffice.org 3.2
  • Xorg 1.7.7
  • Vários novos aplicativos científicos
  • Nepomuk - desktop inteligente
  • Criptografia dos seus dados com um clic

Como de costume, há 3 edições: One, Free e PowerPack (veja este artigo sobre as diferenças entre elas), incluindo versões de 32 bits (i586), 64 bits (x86_64) e duais.

As imagens iso e os repositórios de pacotes rpm já estão disponíveis em alguns mirrors públicos e os outros estão ainda em processo de sincronismo. Você encontrará o "Mandriva Seed" no diretório isos, de tal forma que possa usá-lo para instalar as imagens iso do Mandriva 2010.1 a partir de um pen drive USB.

Alguns links úteis abaixo:

Resumo das novidades principais da versão

Notas da versão (Release notes)

Errata da versão

Downloads:

Por bittorrent: http://torrent.mandriva.com/public/2010.1/

Por ftp/http: http://www2.mandriva.com/br/downloads/

Participe da nossa comunidade de usuários no Brasil e tire suas dúvidas no nosso forum !

Última atualização em Sex, 09 de Julho de 2010 16:21
 

Mandriva salva por investidores

Avaliação do Usuário: / 38
PiorMelhor 

Depois de semanas de rumores de aquisição, que colocaram sob pressão os usuários e funcionários do grupo, a empresa Mandriva deve finalmente receber o apoio de investidores que ajudarão a financiar o seu futuro.

É o fim do calvário da Mandriva, que agora parece ter sido salva por seu novo CEO Arnaud Laprévote. A empresa estava sob a ameaça de liquidação e, sobretudo, do resultado de rumores que correram por várias semanas sobre o estado catastrófico das suas finanças.

“Hoje a empresa encontrou investidores que decidiram investir na empresa para devolver o equilíbrio ao grupo e encontrar um bom modelo de negócios", explicou Arnaud Laprévote em uma entrevista, acrescentando que "as preocupações da comunidade e dos usuários não precisam mais existir". Ainda assim, o CEO - sujeito a regras de confidencialidade - não especificou a identidade dos investidores.

Em maio passado, algumas notícias revelaram problemas no fluxo de caixa e a existência de um plano de revenda. Entre os potenciais compradores, a LightApp estava em primeiro lugar, mas sobretudo a Linagora, uma empresa de software livre chave na França, liderada por Alexander Zapolsky, que em comunicado à imprensa confirmou estar em conversações com a Mandriva sobre uma forma de aquisição.

A idéia de uma fundação foi descartada ?

No dia 14 de junho, Frederick Cuif, um dos fundadores da Associação dos usuários de língua francesa do Mandriva Linux, por sua vez já havia publicado em seu blog uma nota referindo-se a outros planos de aquisição ou reestruturação. Além da Linagora - que aparece no texto um pouco mais detalhadamente - foi dito que havia também um projeto de fundação, da empresa Wallix (editora francesa especializada em Segurança Open Source) juntamente com François Bancilhon e de Stanislaus Bois, dois ex-CEOs da Mandriva.

Projetos agora conjugados no passado. Arnaud Laprévote explica: "nós estávamos cientes de que a existência de Mandriva estava ameaçada, mas já não é o caso de hoje."

Note que os usuários do Mandriva Linux estiveram na linha da frente no final da semana passada. Em 18 de junho, muito ironicamente, a Associação dos usuários de língua francesa do Mandriva Linux pediu que a direção da  Mandriva tomasse uma posição clara sobre o futuro da distribuição. Um apelo do coração dos usuários, que se sentiam obviamente preocupados e espantados com a possibilidade do fim de sua distribuição favorita.

Usuários mobilizados

Em um post intitulado "Mandriva e a sustentabilidade do Mandriva Linux", foi pedido "novamente para a direção um posicionamento da Mandriva", "para apresentar os projetos de continuação possíveis" e "para esclarecer a posição oficial da empresa Mandriva sobre os projetos em curso com as empresas identificadas: Wallix, iEurope (idoo.fr), e LightApp Linagora (dentre outras)", em referência a rumores de aquisição do grupo por terceiros. Enquanto isso, funcionários do grupo no Twitter alegaram não terem sido pagos durante vários meses. Em suma, o clima ultra-tenso deve ser relaxado um pouco na semana que vem, se as promessas de Arnaud Laprévote se materializarem.

A Mandriva faz uma distribuição Linux para desktops e uma para servidores (Enterprise Server). Vende também no segmento profissional de ferramentas de administração, como o Pulse, e no de gerenciamento de servidores de diretório de usuários (MDS).

Arnaud Laprévote assumiu o cargo de CEO da Mandriva no dia 09 de abril de 2010.

 

Fonte: LeMagIt

(Agradecemos o usuário Asghan, que reportou esta notícia no forum)

Última atualização em Sex, 25 de Junho de 2010 18:40
 

Mandriva Linux 2010 Spring RC2 disponível

Avaliação do Usuário: / 12
PiorMelhor 

Contrariando a notícia anterior, a Mandriva disponibilizou mais uma versão RC (RC2) com mais correções de bugs. Esta será última (mesmo) versão de desenvolvimento do Mandriva Linux 2010 Spring (2010.1). As imagens iso estão disponíveis em todos os mirrors públicos:

  • imagens iso dos DVDs de 32 e 64 bits e imagem iso mini dual (tanto 32 quanto 64 bits) da edição Free (contendo 100% software livre)
  • imagens iso dos live CDs da edição One com ambientes gráficos KDE e GNOME

Estas imagens iso podem ser totalmente testadas tanto no seu hardware quanto em máquinas virtuais (Virtualbox, qemu, KVM, …). Você pode também gravá-las no pen drive USB usando o programa Mandriva Seed e fazer a instalação em netbooks e computadores em geral que possibilitem a inicialização pela porta USB.

Mais informações nas notas da versão 2010 Spring RC2

Como sempre todos feedbacks são realmente importantes para ajudar a melhorar a qualidade global da distribuição. Você pode relatar propostas de melhorias e/ou bugs no Bugzilla da Mandriva.

Aproveite !

Fonte: blog oficial da Mandriva

Última atualização em Qua, 02 de Junho de 2010 21:23
 


Página 2 de 45

Enquete

Você está gostando do MandrivaBrasil.org ?